A pousada Rabo do Lagarto está instalada em um ambiente de contemplação de grande beleza paisagística e, por isso mesmo foi projetada como uma grande arquibancada de frente para a Pedra Azul.

O charme, a sofisticação, privacidade, a valorização das características locais, o respeito ao meio ambiente são ingredientes de uma mesma receita que dão sustentação à postura de hospitalidade da Pousada Rabo do Lagarto.

"Nosso objetivo é receber cada hóspede de maneira única, com muita atenção ao charme dos detalhes."


The Bistro Chez Lagarto, built the inn is the place to make the best gourmet breakfast in the mountains, and also exclusive dinner rooms only for guests by candlelight.

The Bistro only serves meals to clients or their guests, previously booked. Meals can be served within or outside the Bistro, on the deck in front, under the trees or in the bedroom.

You can also invite friends and make your own gourmet menu, with a full suplied kitchen but It must be previously booked.

The menu is basically sustainable, using ingredients that travel up to 100km.

A Pousada Rabo do Lagarto consultou o Código de Conduta Ambiental da Associação Roteiros de Charme e o Plano de Manejo do Parque Estadual da Pedra Azul, elaborado pelo PNUD/CEPEMAR, para elaboração do projeto arquitetônico.

Engenheiros, arquiteto e designer de interiores receberam cópias e indicação desses sites e onde encontrar os documentos acima para desenvolver o projeto já incorporando princípios ambientais desde a concepção da pousada. Já no treinamento do pessoal que trabalha na propriedade, os funcionários são direcionados a pensar de modo ambientalmente responsável.

A grande maioria são trabalhadores rurais incentivados a reaproveitar embalagens tetra Pack, garrafas pet, latas e outros vasilhames para produzir mudas e armazenar grãos, já colaborando com a prática do lixo mínimo.

A implantação da pousada caminhou em paralelo à implantação do jardim e do plantio de espécies a fim de reduzir o impacto ambiental e a preservação do cenário natural, fauna e flora e cultura locais.

Utilizamos economizadores de energia em todas as suítes, que corta a energia assim que o hóspede fecha as portas. As lâmpadas são, em sua maioria, fluorescentes. Todos os equipamentos elétricos são da linha moderna dos ambientalmente corretos.

O aquecimento de toda água da pousada é por energia solar, com alternador a gás.

A tinta utilizada na área externa e grande parte das internas foi a Bio Tinta BVC, marca que já fabrica esmalte sintético solúvel em água.

Produtos adversos ao meio ambiente são evitados e substituídos por soluções de receita caseira de combate a pragas.

Toda a obra da pousada foi feita por mão de obra local assim como todos os funcionários da propriedade o são.

Os avisos aos hóspedes quanto à necessidade de se preocupar com suas ações e impactos são dados, uma vez que estamos nas margens do Parque Estadual da Pedra Azul. Assim como eles ouvem uma rápida fala sobre insetos, pássaros e animais que transitam livremente pela propriedade.

A água vem de poço artesiano extraída por meio de bomba caneta que enche rapidamente as caixas, com consumo inexpressivo de energia.

Os vasos sanitários são de caixa acoplada com fluxo curto para evitar o consumo desnecessário de água.

Plano ambiental da pousada – trazer prioritariamente espécies que atraiam pássaros, abelhas e borboletas, estabelecendo metas de plantio dessas espécies, levando-se em consideração o clima frio da região; acompanhar o desenvolvimento sadio das espécies, com calendário de poda, adubação orgânica e o resultado alcançado; acompanhar o movimento de formigas e pragas não permitindo a proliferação para que o combate não necessite de maior agressividade; não adubar nem irrigar excessivamente, evitando desperdício de água; manter o paisagismo dentro da paleta de cores azul, lilás, roxo, vinho, todos os tons de rosa, branco e verde; definir as metas do programa estabelecendo ampliação para o entorno numa integração com os confrontantes, estabelecendo prioridades; coletar sementes nativas de difícil reprodução.

Mobiliário – utilização de móveis reciclados em todas as dependências da pousada

Resíduos sólidos – diminuição do lixo, separação e venda para reciclagem

Estufa ecológica para secagem de roupas – potencialização do calor do sol para secagem de roupas e madeira das lareiras, utilizando a técnica do plástico estendido, aumentando a eficiência na secagem sem uso de energia elétrica

Comitê da Qualidade e Sustentabilidade – comitê formado por três funcionários eleitos pelos demais, para a tomada de decisão em questões ambientais e de gestão da pousada.

Saiba mais

A Associação Roteiros de Charme congrega, atualmente, 65 Hotéis, Pousadas e Refúgios Ecológicos situados do Norte ao Sul do Brasil, em 15 estados e 47 destinos turísticos.

Fundada em 1992 como entidade privada sem fins lucrativos, seus membros são selecionados anualmente pela variedade de suas características e personalidades independentes, segundo rígidos critérios quanto ao conforto, qualidade dos serviços e responsabilidade sócio-ambiental, sempre de forma economicamente viável e sustentável.

É uma proposta condizente com produtos referidos de forma variada como “luxury”, “thematic hotels”, “wellness”, “boutique hotels” ou ainda que pratiquem uma hotelaria que alia os princípios de “fair trade” e do trade internacional que pratica responsabilidade social e ética.

Saiba mais